x

domingo, 9 de junho de 2019

Nova estratégia do Google para rentabilidade

By
O Google destaca-se como uma das maiores empresas no setor de marketing digital, com diferentes fontes de renda que são providas por anúncios, comercialização de espaços, parceiros, conteúdos e diferentes outros formatos que são oferecidos aos usuários.

Para obter mais uma vertente relacionada ao marketing digital e contribuir com a rentabilidade da empresa, o Google irá apostar no Google Maps, um dos serviços oferecidos aos clientes, permitindo que empresas interessadas possam realizar seus anúncios dentro da plataforma.

Como funcionará a nova estratégia do Google para rentabilidade?

Abrindo uma nova vertente do marketing digital, o Google Maps disponibilizará para os usuários do serviço a possibilidade de observar os locais patrocinados que disponibilizam listas pagas adicionais para os pesquisadores quando os mesmos buscarem por postos de gasolinas, cafeterias e outros serviços diversos.

As empresas interessadas em divulgar suas localizações físicas e atrair novos clientes para visitação e compras no local poderão anunciar por meio do Google Maps e adentrar na lista de marcas pagas para oferecer seus produtos e serviços.

As recomendações para cada usuário respeitarão sua privacidade, assim a personalização do que é oferecido ocorrerá com base no banco de dados do Google, porém mantendo a integridade de informações e permitindo conciliar com os gostos e preferências de cada consumidor. 

Experiências anteriores confirmam a rentabilidade da nova estratégia

O Google já vêm testando essa estratégia de monetização por meio do Google Maps com alguns anúncios que foram disponibilizados de mercas específicas, normalmente localizando seus logotipos nos mapas quando abertos, oferecendo os estabelecimentos mais próximos. Outra confirmação da rentabilidade desse modelo de negócio é por meio do Waze, que também pertence ao Google, com o mesmo escopo, sem que isso torna-se uma publicidade invasiva e agressiva.

O intuito principal é favorecer o usuário que está navegando pelo Google Maps para que ele possa encontrar locais, serviços e produtos válidos próximos à sua localidade ou em meio ao caminho percorrido. Estima-se que, por exemplo, serão consultados diversos tipos de "estabelecimentos próximos à mim" pelos usuários que acessarem, a fim de maior comodidade e versatilidade ao planejar suas compras ou formas de entretenimento.

A principal mudança será a relevância que uma empresa que pagar por um bom posicionamento no Google Maps para que possa aparecer como anunciante nos primeiros lugares, um passo bastante cuidadoso para que o Google possa migrar suas estratégias anteriormente gratuitas para ofertar serviços pagos.

Gostou! Aproveite e compartilhem.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

Dúvidas